Tags

, ,

Imagem

Vou logo explicar que batizei essa receita por motivos de puro afeto. Comi uma salada parecida com essa na casa da minha querida amiga Neda, em Mendoza, na Argentina. Fiquei uma semana com ela, cozinhamos, conversamos, fomos ao supermercado muitas vezes e eu achei que poderia morar na cozinha maravilhosa que ela tem – espaçosa, com armários brancos e cheia de delícias. 

Voltando à salada: é simples, deliciosa, encorpada e funciona super bem como uma refeição. Enquanto a Neda cortava o avocado, fui explorar o armário de temperos e encontrei essa maravilha chamada pimentão defumado. O que ela tem foi comprado no Chile, mas encontrei um da marca argentina San Giorgio, trouxe dois e não sei o que vai ser de mim quando acabar.

Imagem

Uso em tudo e adoro cada dia mais. Aqui no Brasil temos a páprica – que é exatamente a mesma coisa, com a diferença de não ter o saborzinho defumado. Outra adaptação: a Neda usou avocado, mas aqui usei abacate e ficou bom demais também.  

Ingredientes: 

Um abacate ou avocado

Dois tomates inteiros ou dez tomatinhos cereja

Sal a gosto (se for Maldón ou Flor do Sal, melhor ainda)

Um fio de azeite

Páprica a gosto 

 

A Neda fez assim e eu também:

Não tem receita, pessoal. É cortar com cuidado pra ficar tudo bonitinho, temperar com sal, fio de azeite e páprica. O único cuidado que tive foi fazer uns 10 minutos antes de servir para que o sal fizesse efeito. Lá em Mendoza eu fiz um molhinho com o azeite e o pimentão defumado, mas aqui em casa eu usei os dois separados mesmo.  

 

Anúncios